[Review] Sony Xperia X10

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Review] Sony Xperia X10

Mensagem por Dmagz em Ter Ago 10, 2010 10:20 am

Depois de algum tempo tentando conseguir alguns modelos com a Android para review aqui no BigSense, chegaram dois modelos ao mesmo tempo no Big QG. Portanto, nesta semana teremos o review do Sony Ericsson Xperia X10 e na semana seguinte o review do HTC Magic.

Desde já quero frisar que nunca havia tocado num celular com sistema operacional Android. Quem me conhece sabe que sou fã declarado da dupla “dinâmica” Symbian + Nokia e que atualmente possuo um Nokia N97, mas confesso estar muito impressionado com o OS Android e suas qualidades/vantagens perante ao moribundo Symbian.
Sony Ericsson Xperia X10:

Com certeza, um aparelho completo. É impressionante a sua leveza em relação ao Nokia N97 (talvez por não ter um teclado qwerty físico). Se você precisa de tudo sincronizado, o pacote Google (gmail, google talk, calendário, android market) é o ideal. E se ainda precisar de uma câmera para tirar fotos dos amigos em algum momento de descontração, esse aparelho vem com uma super câmera de 8 mega pixels! A tela é coisa de outro mundo, capacitiva com resolução 480×854 de 4″ com um super brilho.

A versão do sistema operacional Android é a 1.6 com 384MB de memória RAM e 1GB de memória interna, incluindo cartão microSD de 8GB (aceitando expansão de até 32GB). Já existem usuários na torcida para que a Sony Ericsson atualize sua versão para 2.0/2.1 (Eclair) ou até mesmo para a mais recente 2.2 (Froyo).

A câmera de 8.1 megapixels com certeza é uma das melhores que já vi em um celular, nas opções de fotos, você pode escolher o formato padrão (4:3) ou o formato widescreen (16:9 caindo um pouco a qualidade para 6MP). Traz flash LED, reconhecimento de faces, geo-tagging, detecção de sorriso e ainda filma em qualidade WVGA (800×480) com 30 frames por segundo.

Seu processador Qualcomm Snapdragon de 1GHz deixa tudo muito rápido na telona e ainda permite rodar tudo ao mesmo tempo sem dar aquelas travadinhas, facilitando também a vida das novas ferramentas chamadas Timescape e Mediascape (ferramentas próprias de customização da Sony Ericsson que deixa ainda mais prático e simples o uso do aparelho com tudo em uma tela só. Sistema muito parecido com o da Motorola – Motoblur). O Timescape reune suas chamadas perdidas, mensagens SMS, atualizações dos seus amigos em suas contas do Facebook e Twitter. O Mediascape centraliza todas as suas “mídias” em uma só tela também (suas fotos, seus vídeos e suas músicas).

No quesito GPS, o Xperia X10 traz o GPS incorporado com o Google Maps e o Wisepilot, o qual ajuda a encontrar o caminho para o seu destino. E para incluir informações de local às suas imagens, use a função de geo-tagging.

A bateria de lítio de 1500 mAh suporta até 400 horas em standby e/ou 10 horas de conversação.

Qualidade das fotos:


6Mp - Essas imagens estão a 640 x 360, as originais estão no formato (3264 x 1836) Yearrr

Se quiser dar uma olhadinha... Foto grande

Qualidade de vídeo:




Pontos fortes:

* Agilidade, sincronização com os serviços da Google;
* Sem travamentos que precise reiniciar o aparelho;
* Android Market sem perguntas/confirmações para instalação de certos programas estilo Symbian;
* Super câmera de 8.1 mega pixels;
* Ferramentas Timescape e Mediascape;
* Hardware muito bem acabado, com uma leveza impressionante e sua super tela capacitiva de 4″;

Pontos fracos:

* Falta de um teclado Qwerty físico (não me adapto aos teclados virtuais, talvez por ter os dedos grandes);
* Versão 1.6 do Android, sem previsão de atualização para as últimas versões disponíveis;
* Falta de filmagem em HD (720p)

Conclusão:

O Xperia X10 da Sony Ericsson é um celular de dar inveja a qualquer um de seus amigos geeks! A facilidade de uso do OS Android e a sincronização de praticamente tudo satisfaz os usuários mais exigentes, sem dúvida. A super câmera possui uma qualidade incrível no quesito fotos, a captura de vídeo poderia ser melhor.


Fonte: BigSense
avatar
Dmagz
Membro

Mensagens : 571
Data de inscrição : 25/07/2008
Idade : 42
Localização : Santuário

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Review] Sony Xperia X10 (II)

Mensagem por Dmagz em Ter Ago 10, 2010 10:30 am


Eu estava trabalhando nos reviews da Lexmark Interact e do Blackberry Bold 9700, mas desde que o Sony Ericsson Xperia X10 chegou e fui comentando no Twitter, passei a receber uma chuva de dúvidas e pedidos de review. Já adiantei algumas características dele neste post.

Foram tantas mensagens chegando, nos 15 dias que fiquei com ele, que o bichão acabou furando a fila.

Se eu fosse definir o X10 em uma só palavra, eu diria “apaixonante”. Se você entrar numa loja, pegar o aparelho, mexer e explorá-lo por alguns minutos, fica difícil não querer levá-lo embora na hora. Contudo, com o passar dos dias, alguns problemas começaram a ficar evidentes, e a decisão de escolha passa a depender muito das necessidades e expectativas do usuário.


Design e tela

Se você não gosta de aparelhos grandes, pode ficar um pouco arredio no início. Mas felizmente, o tamanhão é muito bem aproveitado, abrigando uma tela enorme de 4″. A espessura fina e a excelente empunhadura (graças à tampa traseira super macia e levemente curvada) compensam tudo: mexer no X10 é uma delícia. E quando você liga a tela então, quase cai de costas. Ma-ra-vi-lho-sa! A resolução de 854 x 480 pixels faz uma enorme diferença. Quem vai gostar mais são aqueles que gostam de ler e navegar. Se essa é sua prioridade, pode ter certeza que o X10 é o melhor Android da atualidade, sua escolha definitiva. Emails, RSS, ebooks, documentos do Office, PDF, páginas da internet… deixou o iPhone no chinelo fácil.


É exatamente no browser que a gente consegue notar toda essa diferença. Não só pela resolução, mas também pela rapidez e a maciez na tela, que não tem aqueles pequenos engasgos ao rolar. Mais uma vez, fica inevitável não comparar com o Safari mobile. O processador de 1 GHz casa muito bem com a resolução da tela, trazendo uma experiência de uso formidável. Entenderam agora porque eu não conseguia largar dele? Wink

Na imagem abaixo, ao lado do iPhone…


Olhando mais de perto…


Olhando mais pertinho ainda…


Na parte inferior, temos os 3 botões clássicos da plataforma Android (home, menu e voltar). O conector de áudio e a porta miniUSB (que tem uma tampinha meio chata, inimiga dos esmaltes de unha Smile ) ficam na parte de cima, junto com o botão de liga/desliga. Na lateral estão o botão da câmera e o de volume, que também funciona como zoom (ali tem o desenho de uma pequena lupa).


Para fechar o rol das especificações técnicas, ele é completo em termos de conectividade. Porta microUSB para sincronismo e recarga, conector de 3,5 mm padrão para áudio, GPS, bluetooth (estéreo), wifi, 3G, slot para cartões microSD, com um de 8 GB acompanhando, sendo que tem 1 GB interno.

Um detalhe que é a “cerejinha do sundae” da elegância do X10: os 2 leds azuis ao lado do botão home, que dão um ar chique. (foto a cima)

No geral, ele é mesmo um aparelho muito bonito.

Timescape / Mediascape

Bom, até agora eu só elogiei, né? Sabemos que cada fabricante dá o seu “toque pessoal” nos aparelhos Android, a tal da customização. Pois bem, a customização que a Sony Ericsson fez no X10 não me agradou.

O Timescape é para redes sociais, emails, SMS e mensagens no geral – é tipo um “histórico” das últimas coisas que você fez nele, como as fotos recém-tiradas. (veja a primeira foto do post, lá em cima) Mas se você controlar tudo por ali, se perde. Você navega pelas telinhas e no fim das contas não vê nada, porque só lê um pedaço de cada uma delas. Diferente do HTC Magic, que tem um sistema de transição de telas parecido, mas só com SMS e emails. O resto fica separado. Bem mais fácil de administrar.


Quanto ao Mediascape, também criei muita expectativa (estamos falando da Sony Ericsson, a dona da linha “walkman”) e acabei me frustrando.

A interface para música e vídeos é clean, bonitinha, mas muito pobre de recursos.

Confesso que, embora sejam um diferencial da marca, essas customizações não me incomodaram. Basta tirar as contas de lá e baixar programas dedicados para Twitter, mediaplayer etc. Há várias opções boas e grátis no Android Market. Mas elas foram também responsáveis pela perda de performance e bateria, as quais vou falar mais pra frente.

Teclado

Me saí relativamente bem com o teclado, mas com alguns problemas com certas teclas. Ou elas são juntas demais ou há algum problema de precisão. A barra de espaço, tão pequena, me fazia digitar a tecla adjacente, o ponto (”.”), inúmeras vezes por engano.

Sei que sou exceção quando se trata de teclado virtual. Sou bem ágil, e sempre os preferi no lugar dos físicos. No iPhone, escrevo bem rápido com os 2 polegares. No X10 logo peguei o jeito. Então, já deixo aqui avisado: se você tem dedos grossos ou uma preferência/costume prévios por teclados físicos, terá problemas significativos com o X10, pelo menos usando na vertical. Cuidado.

Câmera



A resolução de 8.1 MP, a maior entre os Androids atuais (por enquanto) também traz muita expectativa (Sony Ericsson = linha “cybershot”). Nas condições ideais, como em ambientes externos, com muita luz, os resultados são excelentes. Mas com a gama enorme de opções de ajustes manuais, obter boas fotos em outros ambientes não é mais problema. Ele conta com zoom digital de 16x, flash-led integrado, controle de branco, timer, foco automático, foco por toque na tela, detector de rostos e sorrisos e estabilizador de imagens e vídeos. Ufa! Só ficou devendo um pouco no modo macro: as fotos obtidas mais de pertinho perderam um pouco da nitidez.

Sobre câmeras de celulares em geral, gostaria de fazer um adendo. Começo a me questionar se câmeras com resolução tão grande são adequadas nesse tipo de dispositivo. Se você quiser fotografar e descarregar as imagens no computador mais tarde, tudo bem. Mas e num modelo com foco em mídias sociais? Bem, chega-se num dilema: para postagem online e email, ou se reduz a resolução — porque as fotos ficam muito pesadas — ou o fabricante coloca mais compressão, o que acaba reduzindo qualidade. Além disso, fotos para Twitter serão reduzidas de qualquer jeito, pelo serviço online. Pensei nisso ao fazer as fotos (de cerca de 2 MB) e ficar angustiada na hora do envio por email, que levava uma eternidade, mesmo em 3G.

Bateria e performance

O dispositivo que recebi estava 0km, e, depois das primeiras cargas, me assustei com o desempenho da bateria, que é de 1500 mAh. Não ia além das 5h. Mesmo tirando algumas coisas “always-on” e aplicando medidas de economia de energia, o ganho não foi significativo. Depois de alguns dias, comecei a notar leves “engasgos” na rolagem da tela e demora na alternância de aplicativos e telas do browser. Não chega a ser irritantemente lento, mas eu estava acostumada com a rapidez dos primeiros dias, e me chateei um pouco.

Seguindo dicas de leitores e tuiteiros, dei um hard-reset e comecei do zero. Desta vez, sem redes sociais no Timescape e com um bom “task-killer” para fechar aplicativos que ficam abertos à toa. Aí sim houve um ganho de performance, e descobri que eles eram os vilões. É bom também maneirar nos widgets e nos emails push.

Isso é muito chato, porque o leigo, no geral, não sabe disso e com certeza vai sair xingando o aparelho, que a bateria não dura nada. Portanto, fica aqui um recado: o primeiro aplicativo que você baixar do Android Market tem que ser um gerenciador de tarefas — pessoalmente, uso o Advanced Task Killer.






Fonte: Garota sem fio - Youtube
avatar
Dmagz
Membro

Mensagens : 571
Data de inscrição : 25/07/2008
Idade : 42
Localização : Santuário

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum